Celebra a tua vida

a alegria de fazer anos de esperança.

Conta teus anos não pelo tempo

mas pelo espaço que fazes em teu coração.

Não pela amargura de uma dor

mas pela ressurreição que ela traz.

Não pelo número de troféus de tuas conquistas

mas pelo gosto de aventura de tuas buscas.

Não pelas vezes que chegaste

mas pelas vezes que tiveste coragem de partir.

Não pelos frutos que colheste mas pelo terreno

que preparaste e as sementes que lançaste.

Não pela quantidade dos que te amam

mas pela medida do teu coração,

capaz de amar a todos.

Não pelas desilusões que tiveste

mas pela esperança que infundiste.

Não pelos anos que fazes

mas por aquilo que fazes em teus anos.

 Amém



(autor desconhecido)

 

©  2003-2009
   Webdesigner -
Ju Franco
    Todos os direitos reservados.